quinta-feira, 24 de junho de 2010

Já não sei.

Já não sei se vou a leste ou oeste
Aliás, nem sei se devo caminhar
nem sei em quem devo acreditar
ou duvidar
não sei se sigo com o que me resta...
ou paro para pedir informação
Não sei se sigo o orgulho
ou se peço ajuda
Já não sei mais sobre mim
nem sobre os outros...

Não sei de mais nada
Todo pouco que sabia,
acabo de esquecer...
Tudo que eu acreditava
já não é tão importante
Todo pouco que eu amava,
já não sei se devo odiar
Todas as minhas certezas...
Viraram incertezas
Ao mínimo sopro da dúvida.

Sempre tento montar esse quebra-cabeças infinito
mas sempre alguém bagunça todas minhas peças
ou troca elas
penso em desistir de montar.

O que realmente me deixa em duvida é se vai valer a pena ver ele inteiro...
Acho que faltam peças... e ele incompleto é tão feio...
Acho que preciso de alguém que me ajude a monta-lo...


Hey, você!

Pode me passar a peça 'amor'?
Obrigado! essa eu não tinha...

2 comentários:

  1. esses penssamentos filosoficos me deixam muito confuso O_O

    ResponderExcluir
  2. E de certas situações e sentimentos se fazem os poetas...

    ResponderExcluir